Campanha APAR 2017

Aprenda Mais

Alimentação

NUTRIÇÃO PARA PACIENTES EM DIÁLISE

Pessoas bem nutridas resistem mais às infecções, às cirurgias e ao próprio tratamento dialítico. Portanto, quem faz dialíse, seja ela peritoneal ou hemodiálise, deve cuidar da sua alimentação e do seu estado nutricional, pois esta é uma tarefa tão importante quanto tomar os medicamentos na hora certa e comparecer ás consultas e sessões de diálise.

O nutricionista é o profissional que pode lhe acompanhar, dando orientações apropriadas, pois cada pessoa tem sua própria necessidade de alimentos e complementos alimentares ou um peso ideal a ser atingido.

Na insuficiência renal, situação na qual os rins estão com perda parcial ou total de suas funções,não é possível eliminar o excesso de sódio do organismo e manter o equilíbrio apropriado entre a quantidade de sódio e água no corpo.

Fazendo com que a água, que deveria ser eliminada na forma de urina, fique retida no corpo, manifestando-se com inchaço(edema) nos pés, pernas, abdômen, ou na face. Em casos mais graves, piora da pressão arterial, das funções cardíacas e dos pulmões.Situações estas exigem atendimento médico de urgência.


CUIDADOS COM POTÁSSIO

Elemento fundamental no funcionamento dos músculos de todo o nosso corpo, inclusive os do coração e das células nervosas. Contudo na insuficiência renal, o excesso de potásio não eliminado traz sérias complicações como:


-Fraqueza, cãibras e principalmente para o coração como parada cardíaca.


Por isso é importante que você conheça quais são os alimentos ricos em potássio e como reduzir a ingestão.

Veja alguns alimentos ricos em potássio:

- Banana

- Mamão

- Carne 

- Batata 

- Feijão 

- Chocolate 

- Amendoim 

- Temperos concentrados 

- Café solúvel 

- Molho de tomate 

- Beterraba 

- Hortaliças cruas.


FÓSFORO E O CALCIO

São dois minerais que ajudam a manter os ossos fortes.Na insuficiência renal, o fósforo não pode ser eliminado na urina, ficando acumulado no organismo.Altos níveis de fósforo fazem com que o cálcio seja retirado dos ossos, causando sério danos como dores nos ossos e quebraduras fáceis, é importante manter o fósforo em níveis adequados no sangue.

Alimentos que contém grandes quantidades de cálcio contém também fósforo. São eles:


-Alimentos derivados do leite 

- Carnes 

- Ovos 

- Legumes

- Casca dos cereais.



DIABETES - SAIBA COMO SE CUIDAR


1) O que é Diabetes?

É uma doença na qual o paciente apresenta níveis elevados de glicose (açúcar) no sangue. É causada por uma falta absoluta ou relativa de insulina ou pela capacidade reduzida das células em utilizar a insulina.



2) Quais os principais sintomas?

- Cansaço fácil

- Aumento do apetite

- Emagrecimento

- Urina aumentada


 

3) Fatores que levam ao aparecimento da doença:

- Sedentarismo

- Fatores genéticos

- Obesidade


4) Complicações da doença:

- Problemas de visão

- Feridas que demoram a cicatrizar

- PROBLEMAS RENAIS


5) Como tratar?

O tratamento é feito com dieta, medicamento e exercícios físicos.


TRATAMENTO NUTRICIONAL

- Manter horários específicos para as refeições, alimentando-se a cada 3 horas.

- Evitar jejum prolongado e grandes quantidades de alimentos durante as refeições (comer pouco e de 5 a 6 vezes ao dia).


- Preferir alimentos ricos em fibra: arroz integral, pão e biscoitos integrais, massas integrais, frutas, verduras e legumes.


- Consumir pouco sal.


- Substituir o açúcar pelo adoçante. CUIDADO: Indivíduos hipertensos (com pressão arterial alta) não devem usar adoçantes que contenham ciclamato e sacarina pois são fontes de sódio.


- Não consumir alimentos ricos em açúcar, como: doces, balas, geléias, bolos, mel, refrigerante, compotas de frutas, entre outros.


- Utilizar alimentos diet.


- Evitar bebidas alcoólicas.


- Evitas alimentos ricos em gorduras: carnes gordas, lingüiças, salames, frituras, leite integral e queijos amarelos.



OUTRAS DICAS

- Leia sempre o rótulo dos produtos alimentícios e verifique a quantidade de açúcar. As palavras: glicose ou glucose, mel, melaço, xarope de glucose, xarope de milho, açúcar invertido ou dextrose, indicam a presença de “açúcar” nos alimentos.


- Tome cuidado com o que pedir em restaurantes e lanchonetes.


- Verifique sempre todos os ingredientes do prato.


- Faça exercícios físicos regularmente, sempre com orientação médica.


- Mantenha cuidados com os pés, evitando qualquer tipo de ferimento.


- Controle regularmente a taxa de glicose (açúcar) através de exames de sangue e urina.



Material cedido por:


Viviane Rodrigues Gonçalves da Silva

Nutricionista

CRN-2/SC 7178.